fbpx

Mídia

PUZZLE ROOM na mídia

Casas da rede Puzzle Room têm aporte inicial de R$120 mil, não há pagamento de taxas ou royalties e retorno estimado é entre 12 e 18 meses.

Atenta a estes números, a Puzzle Room – rede europeia especializada em jogos de escape room, decidiu oferecer pacotes de franquias de escape game com jogos exclusivos para novos empreendedores que pretendem começar negócios promissores em 2017.

Eike agora está vivendo em uma cela nada especial e o Pânico estreou a série Prison Eike, baseada na vida do empresário em cana.

Especializada em escape game, Puzzle Room negocia três unidades no Rio; imóveis devem ter mais de dois ambientes para receber temas variados.

Com a chegada das férias e o verão, a Puzzle Room (www.puzzleroom.com.br) – rede europeia especializada em jogos de escape – oferece 20% de desconto no valor do ingresso para os grupos que chegarem de bike as unidades de São Paulo e Santo André.

Os Escape Games, também conhecidos como Jogos de Fuga, chegaram ao Brasil e logo conquistaram espaço na cultura nerd. Em 2016, o segmento se popularizou e ganhou diversos fãs.

O Puzzle Room venho para animar mais ainda as salas de escapes games em São Paulo, a franquia têm origem na Europa, com salas na República Tcheca e Suiça  e traz muita tecnologia e modernidade para ser mais uma ótima opção de entretenimento em São Paulo.

O jogo se passa no Hospital Psiquiátrico de Juquery, em São Paulo. Os participantes foram trancafiados pelo Dr. Mortiganto para servirem de cobaias em experimentos nada convencionais.

Inaugurada em setembro, a Puzzle room é a primeira casa de jogos no estilo escape game de Curitiba. A brincadeira pode ser realizada com até oito pessoas, que juntos devem sair de uma sala dentro do limite de 60 minutos, coletando pistas espalhadas pelo local. Além da puzzle room, há outro local que oferece o escape game.

Uma das empresas que oferece o serviço é Puzzle Room. A empresa foi criada na República Checa pelo brasileiro Rodrigo Matrone, 33 anos.

Videos

  • 1
  • 2

Quem não piraria com uma sequência de dicas sobre como vencer qualquer Escape Room? É, a fórmula mágica não existe, afinal… até perderia a graça, não é mesmo? Porém, existe uma série de coisas que você e sua equipe não devem fazer jamais. Mesmo sendo dicas básicas, é necessário reforçar. Até porque, o tempo passa rápido demais e não dá para se prejudicar.

E então, o que não fazer em um Escape Room?

Falha na comunicação

Imagine a cena: duas pessoas, uma em cada canto da sala. Cada uma tem pistas nas mãos que se complementam entre si. Porém, como os jogadores não dialogam, gasta-se muito tempo refletindo sobre os objetos.

Parece simples e lógico, mas acontece e muito. A comunicação é fundamental para otimizar tanto as ações dos integrantes quanto o tempo gasto. Afinal, várias cabeças pensam melhor do que uma.

Dispersar

Este item anda em paralelo com o anterior. Quando a equipe se une e trabalha em conjunto, a busca flui. Agora, quando começam a dispersar ou travam todos na mesma etapa, é como se apenas um indivíduo estivesse resolvendo tudo sozinho. Isso dificulta muito para que a equipe possa escapar da sala a tempo.

Por isso, mantenham o foco e tentem não trabalhar todos na mesma pista. O objetivo é resolver os mistérios no menor tempo possível, e se todos param para tentar resolver apenas uma coisa, perde-se tempo precioso.

Dicas

Aqui no Puzzle, disponibilizamos 3 dicas. Mas a questão é: você prefere pedir as dicas e escapar da sala ou se recusar a pedir ajuda? Isso determina quanto tempo você vai gastar tentando solucionar uma única etapa - que você corre o risco de nem resolver, aliás.

Como não há como saber em qual parte do enigma sua equipe está, ao travar em uma pista, é sempre melhor considerar pedir uma dica. Isso é preferível à desperdiçar uma quantidade valiosa de tempo lutando com um enigma.

Foco demais

Pode parecer contraditório, mas ao focar demais em apenas um elemento, a equipe acaba não olhando o todo. O problema principal disso, é perder pistas.

Tudo o que não pode ser mexido está sinalizado. Portanto, abra todas as gavetas, verifique todas as paredes em busca de códigos, olhe sob as mesas, tente de tudo.

Falta de atenção

Ok, sabemos que no começo a ansiedade bate mesmo, mas é necessário prestar atenção nas orientações passadas pelo game master. Afinal, a introdução ajuda a entrar no clima da história e é fundamental na solução da missão.

Desrespeitar as regras

Nada de forçar e tentar abrir cadeados de ouvido, puxar as coisas com muita força, entre outros vandalismos. Dispense a força de Jedi e os métodos do MacGyver que há em você. Lembre-se que não é força, é técnica. Também não mexa em instalações elétricas, para evitar acidentes.

Portanto, tudo o que está sinalizado para não mexer, não mexa. O jogo é mais simples que parece, basta pensar fora da caixa.

Agora que sabe o que não se deve fazer, está mais do que apto(a) para desvendar qualquer mistério. De resto, reúna a sua equipe, escolha sua sala, agende o seu horário e divirtam-se!

Blog

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5